saia longa

Cheguei aos 20, e agora?!

saia 2
views
406

(Eu ia colocar foto para cada tópico mas achei que poluiu demais! só de entrar no meu instagram vc consegue ver uma foto pra cada tópico! É só ir rolando pra baixo hahaha. Clique aqui)

Duas décadas! Acho que a Gabi de 6 anos de idade teria orgulho da Gabbi que sou hoje! Fiz tudo o que eu quis. Estudei os instrumentos que eu tinha vontade, fiz ballet até perder a graça, tive minha festa de 15 anos exatamente do jeitinho que eu sempre quis. Pintei o cabelo de loiro, verde e azul todas as vezes que eu quis até cansar e deixar castanho mesmo. Me relacionei com quem eu tive vontade, soube regar o jardim da amizade e estou caminhando na direção do meu sonho. Realizei todas as minhas vontades até aqui.

Aos 20, eu me considero uma pessoa feliz e otimista. Minha autoestima nem é tão grande, eu só me acho a menina mais linda deste universo inteiro. Me acho capaz de realizar qualquer sonho. Me acho inteligente, esforçada e boa no que eu faço. Por que me acho tudo isso? Por que os meus pais sempre disseram isso pra mim, a minha vida toda, e eu acreditei. Sou feliz pensando assim e sou mais feliz ainda por que muitas meninas que lêem o blog me pedem conselhos a respeito de auto estima.  E olha que isso não é só comigo por ser mulher. Meu irmão é uma pessoa incrivelmente feliz consigo mesmo, se acha o mais gato da turma, o melhor de todos e o mais bem humorado. (e cá entre nós, ele é mesmo!).

Quando eu era pequena eu achei que iria chegar aos 20 já com uma carteira de motorista e formada no colégio (eu não fazia ideia de qual idade as pessoas terminam o colégio). Se eu supri a expectativa? Sim! com a ajuda, apoio (esforço e muita luta) e carinho dos meus pais, consegui!

Sempre escutei as pessoas falando que no fim da vida nós conseguimos contar os amigos nos dedos de uma mão. E eu pensava “eu só consigo contar os amigos nos dedos das mãos se eu tiver no mínimo uns 47 dedos. Não cheguei no fim da vida, pelo contrário! Estou iniciando ela agora… mas já posso dizer que dos 47, tenho 2 que eu realmente posso considerar. Tenho dois que realmente fazem a diferença. Que eu tenho a liberdade de contar meus segredos, meus medos e minhas inseguranças. São dois que eu posso compartilhar minhas alegrias, pedir conselhos, e até mesmo ficar pertinho só pela companhia. As vezes cada um com seu celular (né chucrute?!) , às vezes de vela no fim de semana (né Pamella?!), e marcando em +- 50 posts no instagram por dia (desculpa por isso hahaha). São esses dois que tem total liberdade de chamar a atenção quando vêem algo errado, e também podem rir a vontade das loucuras q passam na minha cabeça, que eles sabem sem eu nem ter que contar. Eu já troquei um churrasco de aniversario com vários convidados pra comer pizza com esses dois, em casa mesmo, de pijama e sem maquiagem, e olha, foi um dos melhores!  Não preciso citar os dois nomes, quem é já sabe! eu amo vocês! Trecho de uma música que define nossa amizade:

É sobre ser abrigo e também ter morada em outros corações
E assim ter amigos contigo em todas as situações

Não é sobre tudo que o seu dinheiro é capaz de comprar
E sim sobre cada momento sorriso a se compartilhar

 

Quando eu era mais nova eu achava que sairia do colégio e entraria na faculdade com toda a certeza do mundo, da profissão que eu gostaria de seguir. Não foi bem assim, inclusive, é bem difícil vc decidir o que quer ser pro resto da sua vida aos 17/18 anos! Mas até que eu estou chegando perto… aos 8 eu tinha o sonho de trabalhar em uma área específica, aos 20 estou iniciando o processo pro sonho ser realizado com todo o apoio dos meus pais e amigos!

Nesses 20 anos muita gente passou! Gente de colégio, gente de igreja, gente da vida. Pessoas que me acrescentaram muito, outras que levaram parte de mim embora. Passou gente que veio de looonge pra me ajudar em algo, e passou gente de muito perto que só quis me prejudicar. Nessa parte do texto eu quero deixar o refrão de uma música que eu sou apaixonada.

Todos os dias é um vai-e-vem
A vida se repete na estação
Tem gente que chega pra ficar
Tem gente que vai pra nunca mais
Tem gente que vem e quer voltar
Tem gente que vai e quer ficar
Tem gente que veio só olhar
Tem gente a sorrir e a chorar
E assim, chegar e partir

 

Nesses 20, eu tenho o maior orgulho do mundo de dizer que mais da metade (15 anos) eu estou no meio da música. Aos 5 anos eu ganhei a minha primeira partitura, escrita por ninguém mais e ninguém menos do que o Mestre Du Guita! Ele é o meu guitarrista favorito.

Comecei com o teclado, fui pro violão, entrei no piano e flauta, fiz canto, sonhei com o violino e me realizei com o Violoncello! Tenho orgulho de ter tido aula com alguns professores, como a Didi, o Fred e o Alysson. E também sou feliz por ter conhecido o maestro Sergio Gomes, meu maestro ha 4 anos.

Nesses 20 anos, eu aprendi que conselho de pai e mãe são os mais valiosos. Aprendi que pai e mãe são as coisas mais importantes que se tem na vida! “Sorria e abrace seus pais enquanto estão aqui“. 

 

Seja vc mais velho ou mais novo que eu, se eu puder te falar uma coisa bem clichê, tente achar um sentido nisso pelo menos por 10 minutos: Independente do seu sonho, faça de tudo pra realiza-lo! Não importa se os outros vão julgar ou tentar te desanimar. O sonho é seu, e somente VOCÊ pode realiza-lo! Independente da sua idade, independente de quem você seja. Os outros são só os outros.  É mais gratificante você demorar 10 anos pra chegar lá do que morrer sem tentar.

“…a vida é trem-bala, parceiro
e a gente é só passageiro prestes a partir”